Arquivo mensal: dezembro 2011

Kalwar Village

Padrão
Dia 6 de outubro, tivemos um feriado pra celebrar Dussehra Festival.

Na religião hindu, existe uma “celebração” chamada Navratri, que significa 9 noites em sânscrito. São 9 noites/10 dias de adoração a Shakti, que é como se fosse a mãe da religião hindú… a responsável pela origem de tudo. Em cada uma dessas 9 noites, uma de suas formas é adorada. E o 10º dia é celebrado a Dussehra! Muita gente faz jejum durante esses dias!

Bom, mas o feriado estava chegando, e a nossa colega de quarto Dimple (indiana), ía visitar alguns parentes num vilarejo perto de Jaipur! E ela convidou a gente! Eu e a minha amiga chinesa Zhoujia estávamos doidas pra ir num vilarejo, e saber como era a vida…!

Preparem-se… é um post longo! *Por isso demorei pra postar… cada dia escrevia um pouco! ahahah! *

Como sempre, no horário indiano, saímos bem mais tarde do que planejamos! Gente... indiano é mil vezes mais atrasado que brasileiro!! • Pegamos rickshaw pra um certo lugar, onde pegaríamos o busão pra ir pra Kalwar!

Prontas pra aventura: eu, Dimple e Zhou Jia.

Chegamos no tal lugar pra pegar o busão. Aqui na India, é assim: ponto de ônibus não tem indicação.. bom, pelo menos eu não vi até agora! A Dimple tinha ido pra esse vilarejo quando ela era criança. Daí junta que ela é super perdida, já viu, né? Ficamos com medo de pegar um busão qualquer (porque aqui é tudo bagunçado!), e ir parar em outro lugar nada a ver!

Depois de perguntar pra um trilhão de pessoas, qual busão ía pra Kalwar, disseram que esse ía! Já percebi que quando posto aqui, todo mundo acha tudo engraçado.. Mas olha, eu só subi nesse carrinho porque estava acompanhada, e era de dia! Vai que ele vai pra nowhere.. ahaha

Na verdade não era busão... era um carrinho! A viagem durou cerca de 1 hora, e custou apenas 10 rúpias (deve dar uns R$ 0,40)!!

E em uma hora de viagem, vai amontoando gente...!

Homem indiano com o típico turbante, que tem infinitas formas de se enrolar!

É comum os pais pintarem os olhos dos filhos bebês. Pela cultura deles, olhos grandes são bonitos, então o lápis realça! Mas pra mim é meio bizarro! Parece um bebê emo!

Não é montagem, eu juro!

E depois de uma hora de viagem: Kalwar Village!! Me senti no passado, nessas cidades bíblicas!

Não consigo descrever a sensação que tive... Parecia um lugar parado no tempo. Muita tranquilidade...

Cores fortíssimas do Rajastão!

Menina indiana meio tímida na porta! Imagina duas asiáticas num vilarejo!

Bom, a Dimple foi pra Kalwar pra visitar os parentes! Fomos em muiiiitas casas!! Começamos por essa aí! Fomos recepcionados com chai! Aquele menininho do canto direito, foi nosso guia até as outras casas! Super fofo!

Cores do Rajastão pelo caminho!

Trabalho no campo. Gente, eu acho que usar sári num deve ser muito prático nesses trabalhos!

Depois de andar um pouco, chegamos até a tia da Dimple! Ela e outros familiares estavam trabalhando na lavoura.

Sol forte!

Essa mulher foi uma ótima modelo!

Eu e as parentes da Dimple! Me sinto muito perdida da India, na hora de tirar fotos! Porque no Brasil a gente se abraça, se amontoa.. mas aqui nem me sinto a vontade pra fazer isso...!

Tava muito quente... sombrinha pra descansar!

Mais uma casa!

Mais uma xícara de chai! Perdi as contas de quanto tomamos nesse dia!

Pequenos indianos!

Senhorzinho

Fiquei com vontade de provar essas bolinhas...!

E assim, deixamos mais uma casa... pra ir em direção a outra!

As mulheres indianas não deixam de lado a vaidade, mesmo no trabalho pesado!

Andamos por todo o vilarejo!

Templos pelo caminho. Continuo tendo medo desses templos.. rs!

Paradinha pra descansar em outra casa! Olha nosso guia-mirim aí!

Dimple e Zhou Jia!

Nem parece que ela estava debaixo do sol forte, trabalhando duro na lavoura!

Tchau!! • Só uma observação: aquele último menino era estrábico. Eu tenho visto muita gente estrábica aqui....

Coisa mais normal do mundo aqui na India: meios de transporte carregando coisas que têm o dobro/triplo do tamanho deles mesmos! ahahah

Andando por Kalwar Village!

Morador do vilarejo

Vaquinha sagrada. Aqui é o paraíso delas!

Reparem na cor do cabelo! Os indianos são muito fashion!!

Menina tímida

Aqui é meio comum ver camelo e elefante na rua!

Neetu (prima da Dimple), Zhou Jia, Dimple e eu!

Falaram que é um banco!

As casas do vilarejo são muito simples. Essa por exemplo, era uma sala aberta, e esse negócio em frente da mulher é a cama. A Zhou Jia dormiu lá em outro dia, e me disse que nem sempre eles têm cama pra todos, e é comum. Eles só forram o chão com um lençol e dormem.

Parada pra almoçar na casa da tia da Dimple!

Um pequeno templo na casa

Mas antes, fomos na casa dos vizinhos porque eles nos convidaram! É engraçado porque a gente passava em frente as casas, e algumas pessoas queriam que a gente entrasse!

Olha que vista!!! Quando me aposentar... quem sabe! rs

Família! Olha nosso pequeno-guia aí! Essa outra criança estava vestida de menina, mas era um menino. Só não entendi porquê!

Em qualquer lugar do mundo, tem briga de irmãos! Mas eu nunca joguei pedra nos meus irmãos! ahaha

Ruínas em frente a casa da tia da Dimple!

Tem muitas casas velhas e abandonadas nesse vilarejo. Algumas áreas, até parece uma cidade fantasma!

Ainda antes do almoço, passada em outro templo!

Lalu (primo da Dimple), Zhou Jia, Pooja, eu e Vicky. A Pooja e o Vicky são irmãos e moram naquele quarto com vista pra montanha!

Mais ruínas....

Almoço típico! No chão, descalços e comendo com a mão, é claro!

Puri e Jalebi (esse doce compridinho laranjado). Como a comida indiana é muito apimentada, a gente tem que comer junto com doce! E é muito oleosa também!

Fotos de família!

Castle Kalwar • website •

Esse é o homem que mora aí! Eu não entendi quem ele é, mas é alguém importante do exército! E ele falava inglês muito bem! • Na India, quem faz parte do exército geralmente tem "vida boa", bons salários...!

Tantos detalhes...!

Como eu digo, a India é o país dos extremos!

Castle Kalwar

Galera: eu, Neetu, Vicky, Zhou Jia, Lalita, Dimple, Pooja e Lalu.

Janelinhas pras mulheres observarem o vilarejo

Vista do Caslte Kalwar!

Kalwar Village

Castle Kalwar

Castle Kalwar

Hora de voltar pra Jaipur! Por favor, não briguem comigo! não tive escolha mesmo!! Fomos 4 numa moto, sem capacete. Neetu, eu, Zhoujia e Lalu. • Dimple e Lalita foram de busão.

Em Jaipur, fomos direto pra casa da Neetu e do Lalu.

Pai da Neetu e do Lalu.

Ruas da India. Muita areia e sujeira!

Esse menininho foi muito engraçado!! Ele ficou assustado quando viu eu e a Zhoujia! ahaha! Acho que ele nunca tinha visto um estrangeiro! • É complicado me sentir um ET... é que no Brasil, como NÀO somos um povo racialmente homogêneo, a gente tá acostumado com tudo! E muito estrangeiro passa despercebido! Mas aqui não. De longe dá pra saber quem é estrangeiro = ET! • O menininho até caiu sentado depois! aahaha!

É muito mico postar essa foto, mas vamos lá... Foi a primeira vez que usei um sári! A Neetu me vestiu, porque gente... é complicado, hein! São 6 metros de pano! Tem que dobrar, passar pra lá, segurar ali... Se eu for comprar um pra mim, preciso achar tutorial no You Tube ou praticar muito antes de voltar! ahahah!

A noite fomos numa praça onde aconteceria a celebração de Dussehra!

Barraquinhas de comida. Mas eu e a Zhoujia não nos arriscamos! Não tinha banheiro (claro!), e estávamos beeeem longe de casa!

Na hora de ir embora, pegamos busão. Já estava tarde... demorou UMA HORA pra chegar!!! A gente tava muito longe.. e ainda tivemos que andar 20 minutos! Mas valeu muito a pena!!! =)

Anúncios

Minhas roommates

Padrão

Vamos falar um pouco das meninas que dividem quarto comigo!!

Quando eu cheguei, tinha a Shagun (não tenho nenhuma foto dela. Ela deixou o quarto 10 dias depois que eu cheguei. Digamos que... ela só era legal quando queria...) e a Dimple. Na manhã seguinte que eu cheguei, veio a Love, e depois que a Shagun foi embora, chegou a Zhoujia! • Nessa foto: Love (Ucrânia), Zhou Jia (China), Dimple (India) e eu, no nosso quarto super organizado!

A Love já tinha feito um intercâmbio pela Aiesec por 6 meses. Depois que acabou, voltou pra Ucrânia, e depois de 2 meses, voltou pra India de novo com emprego arranjado (Numa empresa que exporta tapetes). É que na outra vez, ela começou namorar um indiano.

A Zhou Jia é a única intercambista da Aiesec que conheço. Ela veio pra trabalhar numa indústria farmacêutica que importa matéria-prima da China.

A Dimple é caçulinha da turma (porque o resto tem tudo 26 anos!). Tem 20 anos, e veio de Ajmer, uma cidade que fica a 3 horas de Jaipur. Digamos que ela é meio sortuda+rebelde, pois em geral, os pais não permitem que suAs filhAs morem sozinhas (até viajar sozinha, a maioria não permite). Ela está morando em Jaipur porque faz um curso preparatório pra ser aeromoça. O curso é caro, mas as meninas investem pelo fato da carreira oferecer um bom salário. Muitas meninas querem essa vida! Acho que no Brasil tivemos essa febre uns 10 anos atrás, se não me engano. Estava em “alta” ser aeromoça! Como ela não aprendeu inglês desde pequena (acho que por ela ter morado em cidade menor), ela estuda inglês todo dia por conta própria!

Zhou Jia provando um vestido indiano da Dimple!

A Zhoujia trouxe muita comida na mala! Muito engraçado! Ela trouxa mais do que eu! E trouxe uns frangos assim! Esse aí, ela me deu! =) • É prontíssimo pra comer! É só abrir o pacotinho e mandar brasa! Frango aqui é quase uma preciosidade!

Todo domingo, o pensionato troca nossa roupas de cama! A Dimple foi trocar a capa do travesseiro dela, e olha o que a gente achou! Bizarro...!

Comida da Dimple! Mais da metade dos indianos são vegetarianos! (Mas ela nem é!)

Essa duas parecem irmãs! AHaUaHAU! Me divirto!

Todo dia, depois do trampo: hora de prepara o rango! As vezes é meio tenso, porque o fogão só tem 2 bocas... daí tem que ficar esperando!

Estado da cozinha depois que todo mundo cozinha...

Bagunça...

E mais bagunça! tem dia que essa pia tá uma piscina nojenta! O certo é cada um lavar o que usou. Mas nunca funcionou. Então entramos num acordo, e a gente optou por pagar uma mulher pra lavar. (100 rúpias por pessoa/por mês. Cerca de R$3,70).

Mas ela lava bem, sabe.... Olha essa caneca! Tinha formiga seca colada no fundo.. fala sério! Eu lavo TUDO antes de usar. Pelo menos ela deixa meio organizado. Já facilita!

Essa é a Tânia, da Ucrânia! Ela é amiga do chefe da Love! Ela veio a convite do amigo, pra exposição de tapetes (empresa que a Love trabalha), e dormiu no nosso quarto por uns dias! Isso porque, ela tinha hotel pra ficar!! Ela era muito divertida, mesmo não falando inglês!

Essa é a Himileta (eu não faço idéia de como escreve o nome dela...)! Ela é a esposa do dono do pensionato! A gente começou conversar um pouco com ela, e ela empolgou! Vinha TODO DIA no nosso quarto conversar... Acho que ela sente falta de sair e conversar... a vida na Índia é muito diferente.... Depende de cada família/casta/costumes também... Mas em geral, algumas mulheres não têm muita liberdade... algumas casam bem novas. Daí têm que ficar em casa, cuidando dos filhos e da casa. E dependendo da família, elas não saem desacompanhadas. Não sei explicar, mas é bem diferente! rs

E toda semana ela trazia alguma comida pra gente!

Tem mais gente morando no pensionato, claro! Mas ela trazia só pra gente! ahaha!

O Karan (namorado da Love) e a Love são fotógrafos. O Karan conversou com a Dimple, pra eles fazerem umas fotos! Seria bom pro portfolio dele, e pra ela também, pra tentar uns trabalhos como modelo!

Nesse dia era só teste! AHaUAHu! Foi muito engraçado ela fazendo cara de sexy! Eu e a Zhou Jia não conseguimos nos controlar!

Abri o Velho Barreiro que a galera da Aiesec me deu, e fizemos caipirinha! =)

Love!

Eu ensinando a Himileta e a Dimple a jogar dominó!

Um dia, a Dimple comprou esse doce e me deu um pra provar... É o melhor que comi até agora!! AMEI!! Se couber na mala, vou levar um pro Brasil! Mas ainda não achei no mercado...